Jalapão

Serra do Espírito Santo - Jalapão - TO
Serra do Espírito Santo – Jalapão – TO

Jalapão localiza-se no Estado do Tocantins, a região encanta por suas águas abundantes, chapadões e serras com clima de savana, além da paisagem de cerrado, com direito a dunas alaranjadas, rios encachoeirados, nascentes e impressionantes formações rochosas. Ideal pra quem busca descanso em meio à natureza intocada.

Descrição

Dunas - Jalapão - TO
Dunas – Jalapão – TO

O Jalapão ocupa uma área de 34 mil km² (para comparar: Sergipe tem 22 mil km²) no centro-leste do Tocantins, fazendo fronteira com Bahia, Piauí e Maranhão. A principal porta de entrada da região é a cidadezinha de Ponte Alta do Tocantins, que está a 190 km da capital, Palmas, por estrada asfaltada. Dali em diante, só estradas de terra. Itinerários circulares usam a cidade de Novo Acordo a 110 km de Palmas (também por asfalto) para entrar ou sair.

A cada ano, cresce o número de brasileiros e estrangeiros que se aventuram rumo ao Norte do Brasil em busca desse, que já é um dos principais destinos do ecoturismo do país. A maioria dos atrativos está localizada nas cidades de  Mateiros, Novo Acordo, Ponte Alta do Tocantins e São Félix do Tocantins. Em meio a 34 mil km² de paisagem árida, a região é cortada por uma imensa teia de rios, riachos e ribeirões, todos de águas transparentes e potáveis.

Entre os cenários mais procurados estão a Cachoeira da Velha,  aproximadamente 100 metros de largura e 15 metros de altura; as Dunas, cartão-postal do Jalapão, com areias finas e alaranjadas ; os povoados do Mumbuca e Prata, comunidades remanescentes de quilombos; a Serra do Espirito Santo, formação rochosa onde é possível apreciar a flora da região; a Cachoeira do Formiga, nascente de água verde-esmeralda; e os Fervedouros, com águas transparentes,  que é impossível afundar, sim isso mesmo aqui você não afunda nem querendo é o chamado fenômeno da ressurgência.

Quem não abre mão de fazer compras, mesmo estando em um lugar como o Jalapão, encontra uma agradável surpresa: o artesanato em capim dourado, produzido na comunidade quilombola de Mumbuca. As belas peças também são encontrados em um mercadinho de artesanato em Mateiros e também nos acampamentos.

Conte-nos como foi a sua experiência!

Estamos curiosos para saber como foi a sua viagem, os pontos fortes e suas opiniões sobre nossos hostels.